e- revista
O Marsala e a moda: como incorporar a cor ao seu estilo?

Confira dicas da Designer de Moda Roseméri Schmidt

 

A moda é protagonista das passarelas do dia a dia. Sempre em metamorfose, a cada nova estação, outras cores, tecidos, cortes, tamanhos e modelos tornam-se tendência. Assim, o Marsala, a cor do ano 2015, escolhida pela Pantone – fornecedora profissional de padrões de cores – respinga nesse cenário. A cor vai cobrir os looks, colorir peças de roupa, maquiagens, unhas, acessórios e sapatos, sendo um elemento central da moda neste verão e também no próximo inverno.  

O tom marrom avermelhado, que define o Marsala, exala uma sofisticação e uma elegância intrínseca, o que traz classe para o visual, tanto aos homens, quanto às mulheres. Uma cor que lembra um estilo retrô, inspirado na moda dos anos 70 e que proporciona estabilidade aos looks, sendo um destaque interessante para ter no guarda-roupa.

Apesar de ser uma cor requintada, o Marsala é um tom versátil, que pode ser explorado de diferentes formas, tanto para montar looks para o dia a dia quanto para eventos mais formais. A Designer de Moda, Roseméri Schmidt, explica que o Marsala é facilmente combinado com cores neutras como os tons de bege, nude, preto e ainda de forma sofisticada com o dourado. “Porém, para visuais mais casuais o velho e bom jeans é ótima pedida. Ainda, a cor com certeza será vista em florais vintage, bem como nas estampas listradas”, completa a Designer. Segundo ela já dá pra ficar de olho e começar a garimpar artigos em Marsala.

(Imagem-Google Imagens)

O Marsala estará em alta, como todas as cores evidenciadas pela Pantone no decorrer de vários anos, seja na moda, na decoração, ou em outro segmento. Mas, quando o assunto é moda também vale a ressalva que o mais importante é cada um seguir o seu próprio estilo. “Difícil dizer atualmente o que não combina, pois estilo tem muito mais a ver com personalidade do que com moda. Então, a única questão que se ressalta é sempre levar em consideração o dress code do momento, ou seja, respeitar a ocasião, o ambiente, a formalidade e sua faixa etária”, destaca Roseméri. Para ela a moda mais importante é respeitar-se a si mesmo e sentir-se sempre bem com os looks que vestir.